Pequena História do Japão

O Nascimento de uma Nação
O Japão começa a contar a sua história a partir do ano 8000 AC, época hoje conhecida como o Período Jomon, ou o período dos potes de argila. Neste período, os japoneses viviam em pequenas vilas, trabalhando com poteria e desenvolvendo técnicas agrícolas para a sobrevivência. Nessa época, na China, a escrita foi desenvolvida, juntamente com outras artes e técnicas que foram então exportadas para outros agrupamentos e tribos ao redor do continente asiático. Com a importação de técnicas agrícolas desenvolvidas pelos chineses, o Período Yayoi marcou na região que é hoje o Japão o início da cultura do arroz irrigado e muitas das técnicas de produção de estruturas e ferramentas com madeira e ferro.
A influência da Ásia continental na formação do Japão é inegável e, ao longo de sua história, nota-se que o arquipélago japonês sempre adotou técnicas e conhecimentos que vieram de fora, incluindo-se a formação de seu idioma. Durante o Período Yamato, que vai de 300 a 710 AC, a unificação do Japão e sua caracterização como nação tomou vulto, tendo à frente o imperador, considerado uma figura divina.
Com a chegada do Budismo, através de seguidores e religiosos vindos da China e da Península da Coréia, o Japão sofre um grande impacto, em várias áreas. Procurando estabilizar o país o governo imperial adota o poder político e a filosofia do Budismo, em 672 AC. Com o apoio do governo, os monges budistas passam a exercer enorme poder, influenciando inclusive o aumento dos impostos cobrados dos agricultores.
Com a mudança da capital para Kyoto inicia-se o Período Heian, ainda com grande influência da Ásia continental, com relações comerciais estreitas com a China e a Coréia. O Budismo praticado então no Japão dividiu-se em duas principais correntes, de teorias filosóficas complicadas que exigiam muito tempo de estudo, o que levou os monges a criarem templos retirados na montanha, preparados para o estudo profundo do Budismo.

14 Responses to Pequena História do Japão

  1. Juliana says:

    Parabens!Ficou otimo,perfeito!

  2. giovanna says:

    Eu acho que ficou otimo,mas deveria ser mais resumido!

  3. Claudemir says:

    Olá muito obrigado pela máteria!!…está muito boa e ajudou muito o meu sobrinho…que Deus te abençoe

    Atenciosamente

    Claudemir
    http://www.jolielingerie.com.br

  4. Fernando Kunitake says:

    Está ótimo, mas tenho uma pequena correção: o Periodo chama-se Heian, que era o antigo nome de Kyoto.

  5. Helio Ciffoni says:

    Fernando, obrigado pela correção. Vai aí também em japonês:
    平安時代.

    Helio

  6. nicolas says:

    falta coisa

  7. Helio Ciffoni says:

    Caro Nicolas,
    Obrigado pela visita e pelo comentário. Sem dúvida, para 8 mil anos de história escrever apenas 30 linhas nào dá para chamar de ‘pequena História do Japão”. Se eu fosse falar por exemplo sobre os últimos 5 anos de troca constante de primeiro ministro, só aí já consumiríamos umas tantas páginas. Existem alguns pontos interessantes na internet que contam de forma mais dedicada a história do Japão, assim como muitos e muitos livros em português e inglês e, obviamente, em japonês. Sugiro que você leia o livro de John K. Gillespie, “Japan, A short history”, publicado em inglês pela Yohan, no Japão (ISBN 4-89684-036-4). São apenas 100 página e de forma bem didática; certamente ao final você ainda dirá “falta coisa”. Bom proveito.
    Helio Ciffoni

  8. lucas says:

    maneiro , legal a historia do japao

  9. Miguel says:

    Ficou muito bom

  10. João Gabriel says:

    Desculpa dizer mas ñ me ajudou

  11. andressa says:

    Estava bom,mas faltam coisas.

  12. Henrique says:

    Está muito bom, mas acredito que o período yamato se passa DC e não AC. Assim como a chegada do budismo

    Parabéns

  13. Ana Beatriz says:

    Oiie ficou otimo mais deferia ser mais resumido

  14. Maria Eduarda says:

    Olá, parabéns pelo seu maravilhoso “texto”, certamente como muitos disseram falta algumas coisas, mas é claro que se você colocasse toda a história do Japão nao seria um resumo e sim quase um livro, mas apenas estas linhas me ajudaram muito no meu trabalho da feira cultural do meu colégio (feira das nações), agradeço mais uma vez, pois com isso aprendi bastante, não tudo mas o suficiente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>